Governo de Mato Grosso

Informes

Pesquisa Avaliativa do Projeto Caminhos do Cuidado pela UFRGS em parceria com a Escola de Saúde Pública de MT


 

Estará acontecendo de 2016/2017 através da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) a pesquisa avaliativa do Projeto Caminhos do Cuidado, denominada de AvaliaCaminhos que se debruçará sobre a Formação em Saúde Mental (Cracks, álcool e outras Drogas) para Agentes Comunitários de Saúde e Auxiliares/Técnicos de Enfermagem da Atenção Básica, realizado em todo território brasileiro no período de 2013 a 2015. Esta pesquisa tem objetivo de avaliar seus efeitos nos próprios sujeitos do curso, nos processos de trabalho e na formação profissional dos envolvidos, de forma a identificar e potencializar as conquistas, desafios, recuos e avanços na formação e de articulação entre instituições do projeto Caminhos do Cuidado. Sua matriz avaliativa é composta pelas dimensões: política, gerencial, itinerários formativos e cenários do cuidado. A pesquisa conta com a parceria das Escolas Técnicas do SUS e Escolas de Saúde Pública. No estado de Mato Grosso, a Escola de Saúde Pública participa com um representante da Coordenadoria de Formação Técnica no papel de Articulador local com a função de fazer a articulação/mobilização regionalizada do referido processo formativo.

 

Curso de Especialização em Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação na Educação em Saúde Coletiva

Através da cooperação UFRGS, e do Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnologia em Saúde (ICICT), da Fiocruz, está sendo realizado Curso de Especialização em Acompanhamento, Monitoramento e Avaliação na Educação em Saúde Coletiva como desdobramento do Projeto Caminhos do Cuidado. Este curso é voltado aos trabalhadores das Escolas Técnicas de Saúde e Escolas de Saúde Pública que integram a Rede de Escolas Técnicas do SUS (RETSUS). O curso é semi-presencial, com carga total de 360 horas, e teve inicio em julho de 2016 com previsão de encerramento em janeiro de 2018, Conta com a participação de 126 alunos da rede de Escolas técnicas do SUS, sendo que três fazem parte da Escola de Saúde Pública de MT. Tem entre seus objetivos mobilizar demandas de transformação presentes na Rede das Escolas Técnicas do SUS, constituindo atores de ação estratégica para reconhecer e fomentar práticas de acompanhamento, monitoramento e avaliação de ações de educação em saúde coletiva em território, articulando atores institucionais, equipes de saúde, estudantes, egressos, usuários dos serviços de saúde e movimentos sociais. Deve fomentar o diálogo das ações educacionais em saúde coletiva com as políticas de saúde em território, reconhecer demandas formativas para aprofundamento em diversas modalidades ou práticas de educação em saúde coletiva, mobilizar e colocar em curso processos de Educação Permanente em Saúde e ativar processos locais de integração ensino-serviço-cidadania.